Práticas ambientais, sociais e governança mudam comportamento empresarial

José Eli da Veiga comenta artigo publicado no jornal “Valor Econômico”, que trata de como a sustentabilidade, um valor moral, pode influenciar num movimento sustentável

Retornando ao tema da coluna anterior, em que abordou o surgimento da sigla ESG, o professor José Eli da Veiga destaca agora um artigo publicado no último dia 10 de agosto, no jornal Valor Econômico, intitulado ESG: qual a teoria da mudança?. O texto é assinado por Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e por Carolina da Costa, sócia da Mauá Capital. “Para ambas, um valor moral como é a sustentabilidade pode influenciar num determinado movimento sustentável, mesmo que do ponto de vista econômico não seja tão vantajoso”, descreve.

No mesmo artigo, as autoras fazem alusão a um tópico que ilustra bem a questão, que é a abolição da escravatura. “Estamos acostumados com a ideia de que a escravidão só acabou quando deixou de ser interessante, economicamente, para os grandes capitalistas. Mas, na verdade, quanto mais se pesquisa a história da abolição, se percebe que muito antes disso houve movimentos, inclusive em períodos que estavam longe de ser economicamente interessantes”, ressalta Eli da Veiga. Segundo o colunista, “o fim do aquecimento global depende de uma dinâmica muito semelhante àquela que ocorreu durante o período da abolição da escravidão”.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Sustentáculos.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.