Política é lugar decisivo para melhor condição de mulheres e não brancos

Renato Janine destaca a necessidade de aumentar a representatividade política de alguns grupos, como mulheres, não brancos e a comunidade LGBTQIA+

 02/12/2020 - Publicado há 1 ano
Por

Na coluna Ética e Política desta semana, Renato Janine Ribeiro fala do atual panorama da representatividade de mulheres em cargos de vereador e prefeito no Brasil. Ele aponta que o Brasil tem um número muito baixo de mulheres e de não brancos em cargos políticos. Na Câmara, o porcentual é de cerca de 10% tanto para mulheres, negros, pardos e indígenas, mas é uma sub-representatividade.

Janine destaque que, para que ocorram mudanças envolvendo essas populações, é preciso que elas tenham representatividade política, pois lá é o lugar decisivo para essas mudanças serem fecundadas. “Vai ser muito difícil melhorar a situação desses discriminados históricos sem eles terem posição mais destacada de poder”, aponta.

O colunista destaca ainda que a participação política de mulheres, não brancos e da comunidade LGBTQIA+ é importante porque existem pautas que somente esses grupos poderiam trazer.


Ética e Política
A coluna Ética e Política, com o professor Renato Janine Ribeiro, vai ao ar toda quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.