Planejamento pode ser solução para micros e pequenas empresas na pandemia

Na coluna Reflexão Econômica desta semana, o professor Luciano Nakabashi fala sobre as micros e pequenas empresas durante a pandemia. Segundo Nakabashi, essas empresas têm menor capacidade de absorção de impactos econômicos e sofrem mais com a crise causada pela covid-19.

Ainda de acordo com o professor, o grande número de pessoas que perderam o emprego  ao longo de 2020 é um reflexo da crise econômica, que afetou principalmente essas empresas, e mesmo com a aparente retomada, ainda existe muita incerteza no horizonte. “Toda a questão da pandemia, distanciamento social e restrição de funcionamento atingiu de forma forte as micros e pequenas empresas, sobretudo o comércio e serviço. Em relação ao futuro, tem a segunda onda de pandemia,  já vista na Europa, Estados Unidos, e a velocidade da imunização e as questões fiscais no Brasil prejudicam a visão de horizonte.”

Do ponto de vista do empresário, o professor lembra que é fundamental que todas as empresas, mesmo as micros e pequenas, tenham um  planejamento estratégico. “No Brasil, é meio cultural a falta de planejamento, até em médias e grandes empresas. Mas hoje existem vários cursos on-line, presenciais e livros sobre o tema”, alerta.

Um planejamento estratégico traz metas e como atingi-las dependendo do cenário. Apesar de exigir uma grande demanda de tempo, reduz incertezas para o futuro e possibilita uma série de estratégias importantes para o bom desempenho da empresa e facilita o conhecimento de  variáveis importantes para o mercado. “Esse tipo de análise, além de reduzir as incertezas, aumenta a probabilidade de sucesso e prepara a empresa para eventos atípicos como o da pandemia, por exemplo.”


Reflexão Econômica
A coluna Reflexão Econômica, com o professor Luciano Nakabashi, vai ao ar toda quarta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.