“Pirataria e Publicação” é o novo livro de Robert Darnton

O autor traz como objeto de análise a economia do livro na era do Iluminismo

 Publicado: 26/11/2021
Por

Na coluna Bibliomania desta semana, a professora Marisa Midori apresenta o novo título de Robert Darnton, Pirataria e Publicação – O Comércio do Livro na Era do Iluminismo, pela Editora Unesp.

“Para quem acompanha a produção de Robert Darnton, não será objeto de grande surpresa o fato de o autor se voltar para a economia do livro no século das Luzes. Também, por ele se dedicar tanto à produção dos pensadores consagrados, em especial, aqueles que compuseram o projeto da Encyclopédie, de Diderot e D’Alembert, quanto àqueles que circulavam no submundo da edição francesa”, informa a professora, e questiona: “E o que eles tinham em comum? O fato de terem sido censurados e pirateados, o que demonstra a importância do tema abordado nesse livro”.

Como lembra a professora, “a pirataria de livros existe, afinal de contas, desde que Gutenberg acelerou o ritmo da história ao criar um processo de reprodução mecânica do texto, substituindo, portanto, a produção morosa dos códices manuscritos pela dos códices ou livros impressos tipograficamente. Impressos e ilustrados, porque a xilogravura e, depois, as gravuras em metal, logo entraram em cena, contribuindo também para a reprodução de imagens”.

Mas como foi possível encontrar documentação histórica sobre uma prática proibida? “É aqui que entra o gênio do historiador. Dois autores estimulam sua pesquisa: Max Weber, ao identificar a prática da pirataria dentro do conceito de ‘capitalismo de pilhagem’ […] ‘cujo caráter não foi totalmente compreendido porque suas operações não foram estudadas de perto, devido à falta de fontes’; e Balzac, pois Ilusões Perdidas ‘capturam a corrida por prestígio e lucro entre as pessoas do comércio de livros no início do século 19’”, responde Marisa.


Bibliomania
A coluna Bibliomania, com a professora Marisa Midori, vai ao ar toda sexta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.