Pesquisadores de exatas são importantes para a ciência dos esportes

Engenheiro do ITA, Geraldo Lombardi deixou importante contribuição à prática do tênis de campo

Nesta edição da coluna Ciência e Esporte, o professor Paulo Santiago fala sobre a importância da física e da mecânica para a ciência do esporte, principalmente quanto a um movimento específico da prática do tênis, o movimento pendular. Santiago faz, então, homenagem ao professor Geraldo Lombardi, que considera um dos “verdadeiros incentivadores para a origem da biomecânica no Brasil”.

Engenheiro mecânico formado pelo ITA, Lombardi se interessava pelo tênis de campo, motivo pelo qual orientou pesquisas envolvendo conhecimentos de física e mecânica aplicados a esse esporte. A contribuição, lembrada por Santiago, foi a pesquisa A biomecânica do tênis de campo e a sua prática otimizada, realizada em 1999 pelo orientado de Lombardi, Christian Savelli de Lorena Peixoto, na Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP. 

O estudo comparou os benefícios da utilização do movimento pendular com as movimentações utilizadas pelos esportistas na época; o objetivo era otimizar o esforço físico dos atletas do tênis esportivo na aplicação de  golpes com a raquete. Os resultados, além da redução do esforço físico do tenista, mostraram que o movimento pendular diminuiu lesões como as tendinites de cotovelo, comuns em tenistas, aumentou, em média, 10% a velocidade da raquete e diminuiu em 20% o impulso no solo. 

Para o professor Paulo Santiago, é importante a participação de pessoas das áreas de exatas, como engenharia e matemática, na produção de pesquisas esportivas como a do professor Geraldo Lombardi e diz que a interação entre essas áreas “só tem a acrescentar”.

Ouça no player acima a coluna Ciência e Esporte na íntegra. 


Ciência e Esporte
A coluna Ciência e Esporte, com o professor Paulo Santiago, vai ao ar toda sexta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.