Para Renato Janine, Ministério da Educação falhou durante pandemia

Ministério poderia ter articulado, com especialistas, as condições de uma volta às aulas segura para alunos, professores e funcionários

Por

Nesta semana, na coluna Ética e Política, Renato Janine Ribeiro fala sobre o papel do Ministério da Educação nas decisões de volta às aulas na pandemia. Pela Constituição, o Ministério não interfere diretamente na educação básica, pois é da competência dos Estados e municípios. Mas cabe a ele, sim, cooperar intensamente com essas outras instâncias.

Janine aponta que, para uma volta às aulas segura, era preciso que as escolas pudessem oferecer condições de higiene adequadas aos alunos, banheiros limpos, papel higiênico, água e sabão disponível, álcool em gel, distanciamento entre as pessoas, ventilação etc. Tudo isso requer obras e cuidados. Para o colunista, era necessário que o Ministério se reunisse com especialistas para discutir quais seriam as condições para uma volta às aulas com segurança, o que não foi feito. Além disso, seria preciso uma cooperação estreita entre os Ministérios da Educação e o da Saúde, o que não houve.

Com isso, Estados e municípios ficaram desamparados. Alguns fazem um bom trabalho, como o Ceará. Mas muitos municípios pequenos, com população abaixo de 5 mil ou mil habitantes, vão ter muitas dificuldades na volta às aulas. “Em suma, o governo federal primou pela ausência, pela falta de participação, pela falta de atuação e é evidente que o ministro erra quando diz que isso não está na sua incumbência”, destaca o colunista.

Ouça, no link acima, o áudio na íntegra da coluna Ética e Política.


Ética e Política
A coluna Ética e Política, com o professor Renato Janine Ribeiro, vai ao ar toda quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.