Para colunista, cobertura da Olimpíada do Rio foi pobre e sem surpresas

Para colunista, o tipo de cobertura vista no Rio de Janeiro foi o mesmo visto nas edições anteriores do evento

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

logo_radiousp790px

Foto: Montagem/Arte Jornal da USP
Foto: Montagem/Arte Jornal da USP

A Olimpíada do Rio terminou sem grandes contratempos. Mas a cobertura da imprensa, tanto nacional quanto internacional, foi pobre, pouco criativa e, em muitos casos, cheia de estereótipos. Quem analisa é o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, em entrevista à jornalista Marcia Blasques. Confira no áudio.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados