Para 72% dos americanos, falta transparência nos veículos de comunicação

Lins da Silva repercute dados da nova pesquisa divulgada no Pew Research Center

Uma pesquisa recente do Pew Research Center indica que 72% dos adultos dos EUA acreditam que as organizações de notícias fazem um trabalho insuficiente para dizer ao público de onde vem seu financiamento, além de outros indicativos de falta de transparência por parte dos veículos. Na coluna desta semana, Carlos Eduardo Lins da Silva repercute os dados expostos na pesquisa e como eles impactam a opinião do público: “O que mais me chamou a atenção [na pesquisa] foi a quase certeza que pelo menos dois terços dos americanos têm de que os meios de comunicação jornalísticos precisam ser mais transparentes. Por exemplo, 69% acham que os veículos jornalísticos em geral tentam esconder os erros quando eles cometem, e o público se mostra muito satisfeito quando esses erros são corrigidos”.

Na visão do colunista, a busca por maior transparência, além de pressionar veículos a mostrar ao público a origem de seus financiamentos, pode também direcioná-los a buscar novas formas de negócios: “Eu acho que isso é um alerta para que os jornais e as revistas sejam a cada dia mais transparentes, mostrando para os seus consumidores quem são as pessoas e as empresas que têm o controle do negócio. Acho que isso também é um argumento a mais para que mais veículos jornalísticos procurem fórmulas de negócios que não tenham fins lucrativos”.

O professor compartilha ainda que, embora não seja tradição no Brasil a realização de pesquisas relacionando o jornalismo e a sociedade, muitas lições podem ser retiradas dessas pesquisas, ainda mais pelo modelo de jornalismo que se adota no Brasil ter forte influência do modelo de jornalismo dos Estados Unidos.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Horizontes do Jornalismo.


Horizontes do Jornalismo
A coluna Horizontes do Jornalismo, com o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.