Pandemia nos levará a repensar nossas cidades

Para Nabil Bonduki, espaços de moradia, que sempre foram o lugar central da vida familiar e social dos indivíduos, estão se transformando, para vários de nós, em local de trabalho, de estudos e até mesmo lazer

 15/04/2021 - Publicado há 8 meses
Por

Na edição de Cotidiano na Metrópole desta semana, o arquiteto e urbanista Nabil Bonduki, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, debate as mudanças que as cidades estão vivenciando por causa da pandemia.

Para o professor, o que parecia ser uma situação de excepcionalidade se tornou uma mudança duradoura. “Já se passaram 13 meses, estamos no pico da pandemia, com uma média de quase 3 mil mortes por dia e todos os especialistas estão afirmando que, mesmo com a vacinação, a tendência é que o coronavírus continue circulando e que ainda poderão surgir outros vírus”, afirma.

De acordo com Bonduki, nesse contexto, as modificações que estão acontecendo na vida das pessoas irão se prolongar ou até se tornarão definitivas. Dentre essas mudanças, o professor destaca a importância renovada da habitação, que sempre foi o lugar central da vida familiar e social dos indivíduos e agora transformou-se, para vários de nós, em local de trabalho, estudos e até mesmo lazer. “Observar essas tendências é muito importante porque elas vão requerer novas visões de urbanismo e planejamento e as cidades terão que ser repensadas em função dessas novas realidades”, finaliza.


Cotidiano na Metrópole
A coluna Cotidiano na Metrópole, com o professor Nabil Bonduki, vai ao ar toda quinta-feira às 10h00, na Rádio  USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e  TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.