Pandemia não impediu eleitores de votar, mas abstenção foi alta

Para José Álvaro Moisés, a despeito disso, “eleições demonstraram mais um sinal de legitimação da democracia brasileira e abriram espaço para a emergência de um centro moderado”

 17/11/2020 - Publicado há 1 ano  Atualizado: 23/11/2020 as 10:05
Por

De 65% a 70% dos eleitores demonstraram interesse em votar e escolher quem deverá governar sua cidade. No entanto, o índice de abstenção foi alto. Para José Álvaro Moisés, quatro pontos merecem destaque, com base nos resultados verificados. Um deles é quem são os grandes derrotados nesta eleição?   

O colunista cita que “em primeiro lugar o principal derrotado foi o presidente Jair Bolsonaro. Os candidatos apoiados ou indicados por ele tiveram uma péssima performance ou foram derrotados, ou então ficaram em uma posição difícil na disputa do segundo turno”. 

Acompanhe o comentário, na íntegra, pelo link acima.

 


Qualidade da Democracia
A coluna A Qualidade da Democracia, com o professor José Álvaro Moisés, vai ao ar toda terça-feria às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.