Pandemia faz despencar o consumo da classe média brasileira em 2020

Um estudo realizado pelo Instituto Locomotiva apontou que a classe média brasileira deixou de gastar R$ 247 bilhões em 2020

 11/11/2020 - Publicado há 11 meses  Atualizado: 13/11/2020 as 15:54

Na coluna Reflexão Econômica desta semana, o professor Luciano Nakabashi comenta um estudo feito pelo Instituto Locomotiva, que revelou que a pandemia de covid-19 fez com que a classe média brasileira deixasse de gastar cerca de R$ 247 bilhões em produtos e serviços em 2020.

O estudo foi feito por meio de questionários, explica o professor, e buscou saber os efeitos econômicos da pandemia sobre o consumo de famílias das classes B, C1 e C2, que ganham entre R$ 667 e R$ 3.755 por mês, per capita. Categoria muito significativa para o País, pois, segundo Nakabashi, representa aproximadamente metade da população brasileira. O professor também diz que o  valor não gasto pela classe média do País em 2020 supera o Produto Interno Bruto (PIB) de países como Paraguai, Bolívia e Uruguai. 

Nakabashi conta que os principais serviços cortados pela classe média foram de escola particular, plano de saúde, empregada doméstica, refeições em restaurantes e viagens. O professor ainda diz que as perspectivas para os próximos anos são de diminuição das contas públicas pelo governo e cautela nos gastos pessoais da população brasileira, pois a situação financeira, que já era delicada, foi agravada com a pandemia de covid-19. 


Reflexão Econômica
A coluna Reflexão Econômica, com o professor Luciano Nakabashi, vai ao ar toda quarta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.