Pandemia deve reduzir pesquisas sobre esportes

Além do crescimento de estudos sobre o novo coronavírus, produção científica na área de esportes será afetada por adiamentos de grandes eventos

Na coluna Ciência e Esporte desta semana, o professor Paulo Santiago fala sobre a provável queda na publicação de pesquisas científicas de modo geral e, principalmente, sobre esportes. Os números da base de dados do PubMed, analisados pelo professor, mostram significativo aumento na quantidade de estudos relacionados aos termos covid-19 e coronavírus, quando comparados aos sport e sports.

Segundo seu estudo, Santiago verificou que, em 2019, havia apenas um trabalho sobre covid-19 e 5.304 pesquisas relacionadas a esporte. Já nesses primeiros meses de 2020, encontrou 779 estudos científicos sobre coronavírus na plataforma contra 1.631 de práticas esportivas. Ele conta que essa realidade deve se inverter rapidamente, com trabalhos de ciência do esporte tendendo “a estagnar” e os estudos sobre coronavírus, a aumentar “em quantidade absurda”.

A grande quantidade de publicações científicas sobre práticas esportivas, esperada durante o segundo semestre deste ano, não deve ocorrer, não só pelas publicações sobre o novo vírus, mas pelo adiamento de competições esportivas, como os Jogos Olímpicos de Tóquio. Santiago explica que os eventos esportivos são “chaves para a produção de artigos científicos sobre esportes” e que muitos estudiosos se preparam para esses jogos “justamente para produzirem pesquisas”.
Com o adiamento dos Jogos Olímpicos, todas as publicações devem ficar “para o próximo ano”, antecipa o professor, adiantando que, em contrapartida, deve surgir um “novo mercado, muito interessante,” de pesquisas, relacionando virologia de doenças e infecções dos esportistas.

Ouça no player acima a coluna Ciência e Esporte na íntegra.


Ciência e Esporte
A coluna Ciência e Esporte, com o professor Paulo Santiago, vai ao ar toda sexta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.