Pandemia da ignorância se propaga em velocidade alarmante

Giselle Beiguelman alerta para o desmonte do Iphan, que compromete o futuro da memória do País

“O impacto do coronavírus na cultura é devastador, comprometendo o mercado de artes e o futuro das instituições”, afirma Giselle Beiguelmann em sua coluna Ouvir Imagens na Rádio USP (clique e ouça o player acima). “Porém, eu gostaria de chamar hoje a atenção para uma outra praga que está ameaçando a produção cultural do País. Em ritmo vertiginoso, no último mês, implantaram-se novos modelos de concessão de bolsas dos principais órgãos de fomento, Capes e CNPq. No caso do CNPq, é muito preocupante a supressão das humanidades das suas linhas de ação e que coloca pesquisas mais especulativas e as áreas de artes, história, filosofia, entre outras disciplinas, no limbo desse novo modelo.”
A artista e professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP ressalta que, para completar o desastre, os novos dirigentes indicados para as superintendências regionais do Iphan, no Rio de Janeiro, Paraíba e Minas Gerais, indicam um problemático desmonte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.
“Para a Paraíba foi nomeado um arquiteto graduado há apenas três anos. Para o cargo de chefe da divisão administrativa um blogueiro e pastor. Para a coordenação técnica do Iphan no Rio de Janeiro e para a coordenação administrativa do Iphan em Minas Gerais, foram nomeados outros blogueiros,” Ela deixa claro que não tem nada contra os blogueiros. Mas o que preocupa é que nenhum desses profissionais tem experiência prévia na área ou no serviço público em geral.

“Lembro que duas dessas três superintendências, Rio de Janeiro e Minas Gerais, abrigam bens inscritos na lista do Patrimônio Mundial da Unesco, de cuja convenção o Brasil é signatário, comprometendo-se, junto à comunidade internacional, a zelar pela preservação destes bens”, observa.
A professora lembra que o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro lançou, em 20 de abril, nota pública reiterando “a denúncia de desmonte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)” e são signatários dessa nota: ANPUH – Associação Nacional de História, IAB – Instituto de Arquitetos do Brasil, Icom-BR – Conselho Internacional de Museus/Brasil e Icomos Brasil – Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios. “Esse desmonte é um alerta para uma verdadeira pandemia da ignorância, que é tão preocupante quanto a do coronavírus para o futuro da cultura e da memória do País.”


Ouvir Imagens 
A coluna Ouvir Imagens, com a professora Gisele Beiguelman, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio  USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e  TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.