Pacientes diagnosticados com covid-19 apresentam lesões na retina

Segundo estudo, maioria dos pacientes infectados por sars-cov-2 é de profissionais da saúde

Nesta edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha aborda a contribuição brasileira para o conhecimento científico das repercussões da covid-19 na retina.

Rocha explica que as lágrimas e as conjuntivas dos olhos podem hospedar o vírus sars-cov-2, ou seja, oferecem risco de contaminação ao indivíduo que entrar em contato com essa lágrima, como é o caso dos profissionais que cuidam da saúde ocular.

O professor chama a atenção para o estudo da médica oftalmologista Paula Marinho, do Instituto Paulista de Estudos e Pesquisas em Oftalmologia (Ipepo) e da Escola Paulista de Medicina da Unifesp, publicado na última semana na revista médica The Lancet. “A pesquisa revelou que profissionais da área da saúde diagnosticados com covid-19 podem sofrer lesões na retina”, explica Rocha.

A experiência, que foi feita com 12 pacientes, mostrou a perda de olfato e danos na retina em 11 indivíduos. Além disso, 11 pacientes eram profissionais da saúde. O professor afirma que, além da conjuntivite, o paciente de covid-19 pode apresentar outras lesões oculares. 

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.

 


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.