Os efeitos danosos gerados pela mentira na política

Alberto do Amaral diz que a mentira na política leva ao erro, ao engano e, por fim, à violência

A mentira na política é profundamente negativa. Seus efeitos são devastadores no Brasil e em qualquer parte do mundo. Nesta semana, o professor Alberto do Amaral busca retratar a mentira na política e o quão negativos são seus efeitos através de exemplos dados pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. O primeiro exemplo foi o comentário do presidente de que o coronavírus é uma “gripinha”, uma histeria coletiva, uma invenção da grande imprensa. O segundo, também do presidente, é de que não existe aquecimento global.

O terceiro comentário de Bolsonaro é de que é preciso armar a população, para evitar que ela seja submetida ou escravizada pelos governantes. A quarta mentira foi contada pelo ministro da Educação, que comparou a ação legítima do STF contra os articuladores das fake news com a noite dos cristais. Para encerrar, a última mentira destacada é a de que o presidente Jair Bolsonaro diz ser um democrata.

O professor Alberto do Amaral cita que “a mentira na política tem alguns efeitos profundamente devastadores. O primeiro é levar ao erro, o segundo é o engano e o terceiro é a violência. A mentira contradiz os fatos e a contradição dos fatos tem como reação, por parte da população, a violência”.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna Um Olhar Sobre o Mundo.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda terça-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.