Os coronamemes registram a história da pandemia

A colunista Giselle Beiguelman comenta sobre o cotidiano do coronavírus, narrado ao vivo pelos memes na internet

“Quem vai contar a história dessa nossa coronavida são os memes”, observa a professora e artista Giselle Beiguelman em sua coluna Ouvir Imagens na Rádio USP (clique e ouça o player acima). “Difícil lembrar todas as surpresas que vivemos ao longo desses primeiros 40, 50 dias de isolamento.”
A professora conta que os memes seguem e noticiam tudo sobre a pandemia. “Da adaptação ao isolamento social às declarações do presidente Bolsonaro, os memes registraram a crônica do Estado de exceção em que estamos. Nesse bem-humorado jornalismo à queima roupa, o cotidiano, os novos costumes e a intensidade dos revezes políticos do País são registrados.”
Os memes, segundo a colunista, transformaram a internet em uma verdadeira “memeflix”. Giselle Beiguelman acompanha e tem feito uma coleção de memes sobre a pandemia. E chegou à seguinte classificação: “Tem o conjunto de memes home office, doce home office, que mostram os desafios das mães convivendo e trabalhando com os filhos pequenos em casa, as próprias mazelas do trabalho em casa e umas pitadas do machismo nosso de cada dia com o qual, infelizmente, convivemos na nossa cultura”.
Outra situação interessante é o conjunto de memes que exploram a história da arte. “É como se o fulminante impacto do isolamento social sobre os museus tivesse desencadeado uma febre de retorno aos clássicos.”
Há ainda outro conjunto, que é o mais vasto e o mais engraçado. “São os memes que descrevem esse novo normal que estamos vivendo, ou seja, o dos memes que destacam que a coronovida é uma reinvenção permanente de tudo que aprendemos e, seguindo os memes, conclui-se que a quarentena não é para os fracos.”

O último conjunto de memes reunido pela pesquisadora mostra as particularidades políticas do País. “São os bolsomemes. E é incrível a quantidade de memes gerada pelas declarações negacionistas do presidente. A internet não perdoa. Quem seguiu a exoneração do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, sabe que é um capítulo especial da série bolsonemes”, comenta Beiguelman. “Só os memes conseguiram traduzir o ‘inesquecível’ discurso do presidente logo após a exoneração de Moro. Os memes conseguiram cumprir uma tarefa importante, que foi traduzir e sistematizar em textos, desenhos e PowerPoint o inexplicável que foi dito naquele momento. Os memes não deixam margens para dúvidas sobre a loucura que estamos vivendo.”

Mais informações sobre esta coleção de memes, acesse:

www. desvirtual.com


Ouvir Imagens 
A coluna Ouvir Imagens, com a professora Gisele Beiguelman, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio  USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e  TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.