Organização urbana deve ser mais valorizada após pandemia

Paulo Saldiva comenta que a relação entre saúde e meio ambiente não depende exclusivamente de um agente biológico, mas também do entendimento sobre o bem-estar coletivo

Após 100 dias de quarentena, podemos observar um grau maior de flexibilização do funcionamento de alguns comércios e restaurantes, mesmo que funcionando em horários diferenciados. Mesmo assim, as questões do cuidado individual ainda são de extrema importância e devem ser respeitadas. Na coluna de hoje (13), Paulo Saldiva usa o exemplo da cidade de São Paulo para comentar sobre essa flexibilização.

“Após três meses de aumento no número de casos e, infelizmente, de mortos, a cidade de São Paulo começa a apresentar uma saída desse patamar e queda de novas ocorrências. Isso é bom, porque ocorre justamente no momento em que houve abertura da cidade para novas práticas econômicas”, comenta Saldiva.

O professor aproveita a oportunidade para reforçar a questão da proteção individual, principalmente ao pensar nos trabalhadores, pessoas que permanecerão em seus locais de trabalho por horas. A lição tirada depois de todo esse tempo, para o professor, é que a relação entre saúde e meio ambiente não depende exclusivamente do agente biológico ou de nossas peculiaridades, como idade ou doenças que adquirimos durante a vida, mas também da organização urbana e do nosso entendimento sobre o bem-estar coletivo.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Saúde e Meio Ambiente.


Saúde e Meio Ambiente
A coluna Saúde e Meio Ambiente, com o professor Paulo Saldiva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.