“O racismo viola os direitos humanos e contraria os princípios da civilização”

A afirmação de Alberto do Amaral tem a ver com um fato que chocou o Brasil: o espancamento e morte de um homem negro num supermercado em Porto Alegre

 24/11/2020 - Publicado há 1 ano
Por

O episódio que ocorreu em um supermercado, na cidade de Porto Alegre (RS), com um homem negro, que foi espancado até a morte, chocou o País e o mundo. “Esse assassinato, na verdade, é o símbolo daquilo que se vem caracterizando como sendo racismo estrutural no Brasil”, diz Alberto do Amaral. De acordo com ele, o racismo não é algo restrito ao Brasil, mas uma realidade internacional, como se viu, recentemente, nos EUA, com a morte de George Floyd pela polícia, o que gerou muita indignação naquele país.

Vale lembrar que jogadores brasileiros já foram chamados de macaco em campos de futebol europeus. A questão é antiga e precisa ser combatida em sua raiz, pois todos devem ser tratados com humanidade e respeito, o que se estende a índios, amarelos e diferentes, aqueles tidos como fora do padrão considerado normal pela sociedade.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda terça-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.