O pernambucano Cacai Nunes apresenta novas possibilidades para a viola brasileira

Violeiro é destaque nacional e internacional pela pluralidade e versatilidade do instrumento impressas em suas composições autorais

O programa Revoredo desta semana traz interpretações e composições autorais do violeiro, compositor e pesquisador pernambucano Cacai Nunes. O músico tem se destacado no cenário da música instrumental ao agregar novas possibilidades para a viola brasileira. 

Nascido em Pernambuco e radicado em Brasília, Cacai Nunes estudou com Marcos Mesquita e Roberto Corrêa, com quem trabalhou. Estudou também com o mestre José de Alencar Soares, conhecido como Alencar Sete Cordas, responsável por despertar no violeiro o interesse pela harmonia funcional na música popular. Além disso, o músico realiza pesquisas sobre a música nacional, publica seu trabalho no site Acervo Origens e apresenta programa de mesmo nome na Rádio Nacional

O Revoredo apresenta as músicas: Toque do Conselheiro; Ai, amor; Depois da Sanfona; Sopro; Mazurka-Choro; Baião do Pé Rachado; Suíte Altos e Baixos; Estações; Lobo Guarânia; Tudo Alterado; Benzinho; Vou Vivendo; Magoado; Lamento Sertanejo; e Tá com pressa, boiada?.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.