O humor é o remédio para a esquizofrenia que acomete o Brasil

De acordo com a colunista Marília Fiorillo, a comédia pode retomar a alegria de quem está desolado com a crise sanitária que assola o País

 16/04/2021 - Publicado há 8 meses

O Brasil está sofrendo de um forte episódio de esquizofrenia. Em sua coluna Conflito e Diálogo, Marília Fiorillo comenta sobre o esforço de médicos, especialistas e noticiários em repetir insistentemente sobre a importância das precauções contra a pandemia de covid-19, já que não há vacina suficiente e não há uma política pública eficiente. 

Enquanto isso, existe uma parcela da população que desrespeita todas essas recomendações. “O curioso é que essa outra metade não é de terraplanistas, não é de eleitores de um certo presidente que continua fazendo elogios à hidroxicloroquina”, afirma. “É uma metade instruída, que acompanha as notícias, mas que parece vítima de uma alienação total da realidade”, acrescenta. Essa parcela da população continua a promover aglomerações, e isso atravessa todas classes sociais. 

Os que tiveram o sentido de coletividade e consciência de que seus atos importam para toda a sociedade estão em estado de desolação e desespero. A colunista deixa uma mensagem de ânimo. “Quando bater aquela tristeza e a sensação de que não tem jeito, eu recomendo o último episódio do genial Gregório Duvivier no programa Porta dos Fundos, intitulado Doente de Brasil?” Segundo Marília, os três minutos deste vídeo são a receita ideal para retomar o bom humor e a alegria. “A definição clássica de comédia é ‘aquilo que castiga os maus costumes’.”


Conflito e Diálogo
A coluna Conflito e Diálogo, com a professora Marília Fiorillo, vai ao ar toda sexta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.