Novos acessórios para ciclistas garantem segurança e diversão

Em sua coluna, professor Luli Radfahrer detalha as novas tecnologias para os ciclistas, que podem também estar encarecendo o preço das bicicletas

 29/10/2021 - Publicado há 1 mês

As bicicletas são meios de locomoção já bastante conhecidos. Mais baratos e sustentáveis que carros, por exemplo, com algumas mudanças em seu mercado, o uso desse meio de transporte é colocado em xeque. “As lojas de bicicleta hoje são completamente irreconhecíveis para quem não vai a uma delas há algumas décadas”, afirma o professor Luli Radfahrer em sua coluna Datacracia, referindo-se aos preços desses instrumentos.

A principal mudança se deu nos componentes das bicicletas. O nível de sofisticação das partes de uma bicicleta aumentou e, por isso, seu preço subiu. Além delas, também foram incrementados ao longo do tempo os acessórios para o ciclista, como os casacos resistentes a acidentes ou máscaras adaptáveis ao ar do ambiente e sua poluição. Cadeados com alarme também são opções inovadoras àqueles que preferem bikes.

Para aqueles profissionais das duas rodas, como quem pratica o mountain bike, as novidades também aparecem para garantir a integridade do ciclista. É o caso do capacete com GPS. “No mountain bike, é muito fácil o sujeito sofrer um acidente e estar longe de qualquer um”, explica Radfahrer lembrando de trilhas na Mata Atlântica brasileira.

Por fim, o professor também lembra da mistura entre o exercício de spinning e o videogame. Essa combinação vem para garantir mais diversão e entretenimento através de um ambiente simulado para quem faz exercícios em bicicletas ergométricas. “É algo muito interessante por ter um componente social que ajuda muito em tempos de isolamento e dá motivação.”


Datacracia
A coluna Datacracia, com o professor Luli Radfahrer, vai ao ar toda sexta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.