Novas propostas podem recuperar a Europa economicamente

Rubens Barbosa comenta que propostas como o Green Deal são oportunidades que a Europa tem de se recuperar economicamente e de se tornar relevante novamente

 09/06/2020 - Publicado há 1 ano

O enfrentamento da pandemia na Europa continua, mas já passou de seu ápice. De acordo com o embaixador Rubens Barbosa, em sua coluna para a Rádio USP, as atenções políticas por parte do continente europeu se voltam para a situação interna dos Estados Unidos e sua luta com a China, deixando de lado as próprias questões europeias. “A situação da Europa está muito difícil. Além da crise pandêmica, que afetou tremendamente alguns países como a França e a Espanha, há discussões internas que continuam. A crise do Euro, a questão da imigração, a queda da economia, governos autoritários, como na Hungria e na Polônia, divergindo das áreas mais democratas, e os países estão muito endividados”, comenta o embaixador.

Esse endividamento já existia, mas, devido ao contexto da pandemia e à necessidade de programas de recuperação econômica, as dívidas acabaram ficando maiores. Barbosa explica que a Europa não estava preparada para a crise e que a economia está enfrentando uma crise mais grave do que a que ocorreu em 2008, a crise do mercado imobiliário que teve início nos Estados Unidos. Apesar de muitos desafios, o embaixador acredita na recuperação da Europa, através de novas propostas, tal como o novo pacto ecológico europeu, o Green Deal.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Diplomacia e Interesse Nacional.


Diplomacia e Interesse Nacional
A coluna Diplomacia e Interesse Nacional, com o professor Rubens Barbosa, vai ao ar toda terça-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.