“Nós, seres humanos, não somos imunes às mudanças climáticas”

A afirmação é de Paulo Saldiva, ao comentar estudo que mostra que as ondas de calor, além de causarem doenças cardiovasculares e respiratórias, também estão associadas ao agravamento das doenças renais

 Publicado: 08/11/2021

A relação entre temperatura e saúde humana é o tema desta coluna do professor Paulo Saldiva para a Rádio USP. Em estudo recente realizado em parceria pela Universidade de São Paulo, foram avaliadas as internações hospitalares por doenças renais no período compreendido entre os anos 2000 e 2015, quando se verificou que os extremos de temperatura  levam a um aumento significativo das admissões hospitalares causadas por aquelas moléstias. Isso porque o rim necessita trabalhar mais quando perdemos muito volume de água pela transpiração, o que pode ser mais complicado se o órgão já apresentar algum problema que impeça seu bom funcionamento.

A importância dessa descoberta, segundo Saldiva,  é mostrar que nossos órgãos apresentam disfunções quando se sai da zona de conforto térmico, o que inclui, evidentemente, os rins. “Essas descompensações das doenças renais fazem com que o rim deteriore mais rapidamente, e doença renal é uma doença que causa grande prejuízo à vida da pessoa que a tem e ao sistema de saúde, porque pode chegar ao aumento de diálise ou mesmo o transplante”. Para o colunista, isso apenas reforça a tese segundo a qual “nós, seres humanos, não somos imunes às mudanças climáticas”.


Saúde e Meio Ambiente
A coluna Saúde e Meio Ambiente, com o professor Paulo Saldiva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

 

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.