No escurinho do cinema e sob a luz da lamparina

A professora Marisa Midori fala sobre “Edição, Livros e Leitura no Cinema – Um Olhar Editorial Sobre a Grande Tela”, da Editora Contafios

 14/05/2021 - Publicado há 5 meses
Por

A coluna Bibliomania desta semana, da professora Marisa Midori, é inspirada em filmes. Ela conta que, no final de semana, assistiu ao filme A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata (2018), de Mark Newell. “Ele traz a história de um clube de leitura muito peculiar, posto que é formado por alguns poucos amigos, moradores da ilha de Guernsey, no canal da Mancha, durante a ocupação nazista. No princípio, tudo não passava de uma confraternização de vizinhos solitários e tristes em torno de uma mesa rara e farta, provida por um suculento leitão assado…. mas, no final de tudo, eles descobriram que a literatura – se não enche a barriga – alimenta o espírito nos momentos de aflição”, afirma.

Segundo ela, essa relação íntima que estabelecemos com os livros e a leitura está no centro de muitas obras literárias e de uma vasta cinematografia, citando, como exemplo, o livro Edição, Livros e Leitura no Cinema – Um Olhar Editorial Sobre a Grande Tela, organizado por Letícia Santana Gomes e publicado pela Editora Contafios, de Belo Horizonte. “É um livro coletivo, em que cada autor convidado reflete sobre algum filme. Eu diria que os capítulos destinados aos filmes A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata, O Carteiro e o Poeta e O Leitor guardam uma relação bem marcada com o sentido salvacionista que a cultura ocidental cristalizou no livro e na leitura”, comenta.

É como um guia cinematográfico, diz a professora. “Além de indicar bons livros sobre livros, temos ainda análises bastante originais e em um viés multidisciplinar, no qual a semiótica convive com a história, a bibliologia, a crítica literária, a sociologia e assim por diante.” A professora ainda enumera algumas questões importantes levantadas pelos artigos: No mundo das mídias e dos sucessos velozes e vorazes, como estabelecer a distinção entre o ser e o parecer? O que confere valor à obra de arte em uma época marcada por tantas ilusões e desilusões?


Bibliomania
A coluna Bibliomania, com a professora Marisa Midori, vai ao ar toda sexta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.