No colapso capitalista, elites sacrificam as futuras gerações

Revelaram-se mais aspectos destrutivos da crise global e da manipulação de informações

 Publicado: 11/10/2021  Atualizado: 13/10/2021 as 9:26
Por

As denúncias e revelações sobre Facebook, Instagram, paraísos fiscais e subsídios estatais aos maiores poluidores do planeta confirmam a gravidade do modelo de globalização digital, que sacrifica principalmente crianças e adolescentes, ameaçando as instituições democráticas, enquanto as elites escondem suas fortunas em contas camufladas e imunes a impostos.                         

O economista Gilson Schwartz destaca a irresponsabilidade das “big tech “, as grandes empresas monopolistas que colocam a distribuição de lucro aos seus acionistas acima dos interesses e do bem-estar de centenas de milhões de indivíduos, cujos direitos são ignorados ou manipulados.                                                                                                                                                               

O professor da USP também alerta para relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI)  sobre a destinação de trilhões de dólares em recursos públicos para combustíveis fósseis como petróleo, gás e carvão. A poluição, a corrupção das elites e a manipulação das redes sociais agravam a crise e sacrificam a vida das futuras gerações.


Iconomia 
A coluna Iconomia, com o professor Gilson Schwartz, vai ao ar toda segunda-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.