“Não podemos fugir, nos resta enfrentar como coletividade ”

O colunista Martin Grossmann aponta a situação do Covid-19 como uma situação tipicamente contemporânea

 

“As águas de março trouxeram, além das intensas chuvas, um dilúvio de material que está sendo gerado para a internet, tudo a respeito do coronavírus, da covid-19”, comenta o professor Martin Grossmann em sua coluna Na Cultura o Centro Está em Toda Parte, da Rádio USP (clique e ouça o player acima). “Uma coisa é certa. Essa situação é tipicamente contemporânea. E diz respeito à nossa situação globalizada.”

Grossmann observa que a covid-19 é um fenômeno que assola todas as partes do mundo. “Interessante que, no meio de tanto material e tantas informações, há uma plataforma em particular importante que é da Microsoft, e que gera uma cartografia em tempo real que rastreia os casos de coronavírus no mundo.”

Através do buscador Bing, é possível visualizar o caminho do coronavírus que mostra dados atualizados de todos os países e o número de pessoas infectadas (acesse https://www.bing.com/covid). “Uma coisa é certa. Não podemos fugir do coronavírus. Ele está em toda parte e o que nos resta a fazer é enfrentar.”

Grossmann, no entanto, questiona sobre essa calamidade inesperada. “Mas como podemos enfrentar uma situação como essa, que não é um tsunami. Não é um tufão. Não é um terremoto. Nem um furacão. É algo que nos cerca e nos enfrenta também”.

Grossmann reconhece que essa situação globalizada do vírus e da humanidade traz angústia, ansiedade, temor. Porém, ressalta: “Por outro lado, temos a conexão em tempo real de cientistas de vários cantos do mundo. Informações, dados, estatísticas de diferentes lugares estão sendo agrupados para estudar o fenômeno na tentativa de fabricar uma vacina ou diminuir os impactos dessa pandemia”. E pondera: “Interessante é que, pela primeira vez, estamos atuando como coletividade, pensando numa ação global, planetária.”


Na Cultura, o Centro está em Toda Parte
A coluna Na Cultura o Centro está em Toda Parte, com o professor Martin Grossmann, vai ao ar toda quarta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.