Na Inglaterra, lei parece não valer para todos

Para Marília Fiorillo, episódio provocado por assessor do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, ao violar lockdown, leva a um terreno perigoso

Na coluna Conflito e Diálogo desta semana, a professora Marília Fiorillo comenta o caso da quebra do lockdown por Dominic Cummings, mentor e assessor do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. Cummings deixou sua residência em Londres para ficar na casa de seus pais em Durham (nordeste da Inglaterra), apesar de apresentar sintomas da covid-19. O país está em lockdown desde o dia 10 de maio. 

O episódio, até o momento sem nenhum tipo de reprimenda, leva a um terreno perigoso em que a lei mostra não valer para todos, como comenta a colunista: “Cummings se limitou a dizer que havia interpretado as regras à sua maneira, nem pensava em renunciar e muito menos em pedir desculpas. Como se sabe, pau que bate em Chico, não bate em Francisco”.

Ouça a íntegra da coluna no link.


Conflito e Diálogo
A coluna Conflito e Diálogo, com a professora Marília Fiorillo, vai ao ar toda sexta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

(Informação atualizada em 05/06)

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.