Músicos paulistas interpretam rock e cultura latina na viola caipira

Enquanto Índio Cachoeira apresenta estilos da música paraguaia e boliviana, o violeiro Ricardo Vignini traz clássicos como Led Zappelin, Metallica e Sepultura

O programa Revoredo desta semana apresenta as obras dos violeiros José Pereira de Souza e Ricardo Vignini. Popularmente conhecido como Índio Cachoeira, Souza deixou a vida de motorista para se tornar músico. Seu primeiro contato com a viola foi ouvindo um antigo violeiro da região de Junqueirópolis, São Paulo, sua cidade natal.

Começou na vida profissional, aos 17 anos, tocando nas rádios locais com o nome de Índio Cachoeira. Em São Paulo conviveu com músicos paraguaios e bolivianos e por isso traz em suas obras o estilo da música latina junto à identidade cabocla, nascida no fundo da lavoura do interior do Brasil.

Já Vignini, natural de São Paulo, é produtor e pesquisador da cultura popular do Sudeste. Além da carreira solo, o músico integra o grupo rock rural Matuto Moderno, assim como a dupla Moda de Rock, com Zé Helder.

Já dividiu palco com artistas norte-americanos como Bob Brozman e Woody Mann e traz, em sua viola caipira, a moda de rock, interpretando obras de músicos como Led Zappelin, Metallica e Sepultura.

No programa tem as músicas: Remelexo; Alvorada sertaneja; Eu e a viola; O Castelhano; Viola marchetada; O guizo e Gingado da morena, de Índio Cachoeira, e O bonde das fontes; Trevo; Doutor Cateretê; Beijando o céu e Pé vermelho, de Ricardo Vignini. 

Ouça no player acima a íntegra do programa Revoredo.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.