Mercosul vive momento de incertezas

Rubens Barbosa ressalta a importância da diplomacia, moderação, objetividade e pragmatismo para a continuidade de um Mercosul fortalecido

O tema de hoje trata da reunião de presidentes do Mercosul, na cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. De acordo com o embaixador Rubens Barbosa, trata-se do encerramento da liderança do Brasil, que durante seis meses coordenou um esforço para o fortalecimento do Mercosul, busca da abertura de mercados de livre comércio, modernização e enxugamento burocrático, além de alguns estudos para a tarifa comum.

“O Mercosul ainda vive muitas incertezas”, afirma o embaixador. Qualquer nova decisão precisa considerar os novos governos do Uruguai e da Argentina, como também o endividamento e a instabilidade econômica dos países que compõem o grupo.

Medidas drásticas para o futuro do Mercosul não são vislumbradas por Barbosa. “O pragmatismo deve superar as tensões ideológicas e as medidas iniciais do governo argentino vão ser muito importantes. É preciso que a diplomacia prevaleça, a moderação, a objetividade e o pragmatismo possam levar adiante o Mercosul”, ressalta.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Diplomacia e Interesse Nacional.


Diplomacia e Interesse Nacional
A coluna Diplomacia e Interesse Nacional, com o professor Rubens Barbosa, vai ao ar toda terça-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.