Mandatos coletivos na Câmara foram a grande novidade destas eleições

Raquel Rolnik vê com entusiasmo a renovação representada pela eleição das bancadas coletivas, como as do Quilombo Periférico e Feminista, e a escolha de candidatos engajados na causa LGBT, como Thammy Miranda e Érika Hilton

Uma eleição realizada em plena pandemia de covid-19 difere e muito das anteriores. O LabCidade analisa o mapa eleitoral da cidade para retirar algumas conclusões. A boa notícia ficou na Câmara Municipal, que, apesar de ter registrado uma baixa renovação, conseguiu colocar representatividade com dois mandatos coletivos: o Quilombo Periférico, com Eliane Mineiro, e a Bancada Feminista, com Silvia, ambos do PSOL. Além disso, temos as eleições de Thammy Miranda e Érika Hilton, esta a primeira mulher trans a ocupar uma cadeira na Câmara de São Paulo.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Cidade para Todos
A coluna Cidade para Todos, com a professora Raquel Rolnik, vai ao ar toda quinta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.