“Machado de Assis, Marc Ferrez e Santos Dumont são figuras centrais do Pré-Modernismo”

O escritor, o fotógrafo e o inventor deixaram, segundo Grossmann, marcas indeléveis na arte e na ciência

 

 23/06/2021 - Publicado há 4 meses
Por

 

Refletir e olhar com atenção para o contexto histórico do Modernismo neste momento atual do Brasil é a proposta do professor Martin Grossmann em sua coluna Na Cultura, o Centro Está em Toda Parte, da Rádio USP (clique e ouça o player acima).  “O Modernismo se tornou a representação de uma nação jovem”, comenta. “E continua representando a nossa inventividade e contribuição criativa para o entendimento da cultura e também das artes.”

Grossmann lembra que o Modernismo no Brasil, como os outros modernismos, tem uma relação histórica com o eurocentrismo. “Fomos colonizados por Portugal e essas relações ibero-americanas até hoje são referenciais importantes para a nossa identidade”, salienta.

Na avaliação do professor, o Modernismo é um momento histórico que dá continuidade ao Iluminismo, representando os valores de uma modernidade funcional atrelada à modernização. “No Brasil, esse processo nunca deixou também de ser um processo crítico e criativo de uma modernidade antecipatória, como nos lembra o antropólogo Sérgio Paulo Rouanet sobre essa relação entre a funcionalidade do moderno e o fato dado de emancipação da liberdade, da democracia, do espírito republicano, enfim, dos direitos humanos. Enfim, há uma conjunção interessante entre essa relação de progresso de modernização e um processo de crítica que acompanha esse processo.”

Nesta análise histórica, Grossmann considera a importância dos pré-modernistas. “No Brasil, isso começa de fato se estabelecer com uma figura ímpar que é Machado de Assis”, comenta. “O escritor faz parte de uma literatura mundial. Há ainda o fotógrafo Marc Ferrez. Cito também Santos Dumont como um artista, um inventor e um sujeito extremamente original que deixou uma marca indelével para a historia da ciência, tecnologia e criatividade humana.”


Na Cultura, o Centro está em Toda Parte
A coluna Na Cultura o Centro está em Toda Parte, com o professor Martin Grossmann, vai ao ar toda quarta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.