Liberdade de imprensa está sob pressão nesta época de pandemia, diz colunista

Para Lins da Silva, esse é um dos efeitos colaterais da pandemia de coronavírus, comuns a vários governos

A liberdade de expressão, um dos princípios da democracia, está sob pressão nesta pandemia do coronavírus. Para o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, esse é um dos efeitos colaterais dessa pandemia.

Para ele, esse tem sido um dos pretextos de governos, de todos o níveis, de vários continentes, para ocultarem informação e tomarem medidas autoritárias que têm a ver ou não com a pandemia. Muitos governos dizem não ser serviço essencial a prestação de informações, afirmando que estas podem prejudicar os esforços para salvar vidas. “Ao contrário”, ressalta Lins da Silva, “a liberdade da informação faz bem à saúde pública”.

No mundo todo, vem ocorrendo intimidação aos jornalistas. No Brasil, a intimidação não vem só dos que apoiam o presidente, mas do próprio presidente, que faz sempre ameaças e pressão para impedir que jornalistas cumpram a sua missão. Sem contar a centralização de toda a comunicação governamental na Secretaria de Comunicação da Presidência da República, dificultando a clareza dos fatos e dos dados.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Horizontes do Jornalismo.


Horizontes do Jornalismo
A coluna Horizontes do Jornalismo, com o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.