Jornais pequenos e médios devem buscar alternativas de financiamento

Para o colunista, uma das alternativas viáveis é o modelo baseado em aplicações financeiras

 01/06/2020 - Publicado há 1 ano

A situação econômica dos jornais nesta época de pandemia vem se agravando e os veículos buscam novas alternativas de financiamento. Em uma coluna passada, o professor Carlos Eduardo Lins da Silva falou sobre governos que colocam dinheiro em veículos de comunicação, mas outros modelos também merecem destaque, como, por exemplo, o fundo de endowment

Como explica o colunista, é importante reconhecer que a fórmula de financiamento utilizada durante o século 20, baseada em anúncios e assinaturas, não mais se sustenta quando se trata de jornais pequenos e médios: “Essa é uma fórmula que, se conseguir dar certo, só dará certo com grandes empresas, como é o caso do The New York Times, ou empresas bancadas por grandes fortunas, como é o caso do The Washington Post, que virou uma espécie de hobby de um dos homens mais ricos do mundo, que é o Jeff Bezos”.

Como alternativa, veículos importantes têm usado o fundo de endowment, formado por recursos advindos de doações de pessoas físicas ou pessoas jurídicas, como explica o colunista: “[Essa fórmula] tem sido usada por alguns veículos importantes, como, por exemplo, o The Guardian  e, agora, o Libération, o jornal fundado em 1974 pelo Jean-Paul Sartre, que é a fórmula de um fundo de endowment que sustenta as operações do jornal com base nas aplicações baseadas no rendimento deste fundo”.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Horizontes do Jornalismo.


Horizontes do Jornalismo
A coluna Horizontes do Jornalismo, com o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.