Isolamento é recomendável, mas pode desencadear problemas psíquicos

O isolamento não significa solidão. Mantenha contato com amigos e familiares por celular ou outros meios virtuais

Os efeitos colaterais da pandemia do coronavírus são o tema de hoje da professora Marília Fiorillo. “Isolar-se é se proteger e proteger os outros.” Esse comportamento, porém, pode criar um novo mal-estar, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa nova patologia é o aumento dos casos de ansiedade e transtornos obsessivos que estão sendo desencadeados pela sensação de incerteza e perda de controle.

Informar-se muito e sempre, mas só através de fontes com credibilidade; determinar um período para checar as notícias; manter-se afastado o máximo possível de redes sociais que inflamam o sensacionalismo; desligar grupos de whatsapp que se nutrem desse sensacionalismo; isolamento não significa solidão, mantenha os contatos via telefone ou outros meios virtuais com os amigos e familiares.

Ouça no link acima a coluna Conflito e Diálogo.


Conflito e Diálogo
A coluna Conflito e Diálogo, com a professora Marília Fiorillo, vai ao ar toda sexta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.