Inteligência Artificial pode recuperar a fala nos casos de sequelas do AVC

Tecnologia usa modelo computacional, implantado no córtex, para detectar e classificar palavras através de padrões elétricos emitidos pelo cérebro

 31/08/2021 - Publicado há 3 meses

Nesta edição do Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto traz os resultados de um estudo, que acaba de ser publicado no New England Journal of Medicine, mostrando um sistema de Inteligência Artificial que decodifica palavras e frases diretamente da atividade elétrica do cérebro.

Os testes, realizados por pesquisadores da Universidade da Califórnia, EUA, traz avanços sobre os atuais métodos de comunicação assistiva utilizados por pessoas que, por exemplo, sofrem com sequelas do acidente vascular de tronco cerebral. Segundo Pontes Neto, o sistema foi implantado sobre o córtex cerebral de uma pessoa que há 16 anos não conseguia mexer braços, pernas, nem falar. E foi capaz de decodificar em tempo real “uma taxa mediana de 15 palavras por minuto, com acerto de 75%”.

A partir de um vocabulário básico de 50 palavras, em 48 sessões, os pesquisadores registraram 22 horas de atividade cerebral enquanto o paciente tentava dizer algumas das palavras. Através das informações, desenvolveram algoritmos de Inteligência Artificial para criar modelos computacionais que detectam e classificam palavras a partir de padrões das atividades elétricas do cérebro.


O minuto do Cérebro
A coluna O minuto do Cérebro, com o professor Octávio Pontes Neto, vai ao ar toda terça-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.