Idosos também devem largar o cigarro, até para servir de exemplo aos mais jovens

Lotufo argumenta que parar de fumar melhora a qualidade de vida em pessoas com mais de 60 anos de idade

 17/08/2021 - Publicado há 2 meses
Por

Deixar de fumar, abandonar o cigarro é difícil em qualquer fase da vida. A pergunta que fica é: vale a pena deixar o vício após os 60 anos? Sim!! Não existe outra resposta ou motivo para não fazer isso. Independentemente da idade que a pessoa tenha, sempre é muito importante abandonar um vício que deixa sequelas gravíssimas no pulmão, isso sem falar de outras doenças correlatas que afetam a saúde.

A orientação vale também para o uso de álcool e drogas. Vale lembrar que as pessoas mais velhas (avós e pais) são exemplos para as novas gerações, no caso, netos e filhos, o melhor exemplo que pode ser dado a um parente ou pessoa próxima. Cerca de 30% a 40 % das pessoas que procuram uma ajuda médica o fazem em função de algum familiar próximo, como filhos e netos. Segundo João Paulo Lotufo, parar de fumar melhora até mesmo a situação clínica de quem sofre de câncer.

Lotufo nos conta o caso de uma idosa, com mais de 70 anos, que esteve em seu consultório. Ele narra essa história de vida que mudou de curso em função das netas que tem.


Dr. Bartô e os Doutores da Saúde
A coluna Dr. Bartô e os Doutores da Saúde, com o médico assistente do Hospital Universitário da USP João Paulo Lotufo, vai ao ar toda terça-feira às 09h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.