Frotas pesqueiras no Brasil atuam no prejuízo

Pesquisadora do Instituto Oceanográfico (IO) descreve como foi sua análise sobre os dados econômicos das frotas pesqueiras das regiões sul e sudeste do Brasil. O estudo foi premiado recentemente em Seattle, nos EUA

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

No podcast Os Novos Cientistas desta quinta-feira (27), a entrevistada foi a pesquisadora Amanda Ricci Rodrigues. Em sua teses de doutorado no Instituto Oceanográfico (IO) da USP, ela fez uma análise dos dados econômicos de 17 frotas pesqueiras comerciais das regiões sudeste e sul do Brasil. “Metade das frotas pesqueiras analisadas trabalha quase no prejuízo, com altos custos e baixas receitas”, estima.

Segundo Amanda, há poucos estudos no Brasil que estimam os dados econômicos da frota pesqueira. Esses dados, segundo a pesquisadora, são de extrema importância para que o setor se organize em três aspectos: social, econômico e ambiental. Assim, a pesquisa Desempenho econômico das frotas pesqueiras comerciais na região sudeste e sul do Brasil entre Angra dos Reis (23ºS) e Rio Grande (32ºS), que teve orientação da professora Mary Gasalla e financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Brasil (Capes), poderá ter grande importância no cenário da pesca nacional.

Tal reconhecimento já foi obtido, recentemente, no exterior. Parte do estudo de Amanda foi publicada como um artigo na revista internacional Marine Policy (volume 93), com o título Harvesting costs and revenues: Implication of the performance of open-accsses industrial fishing fleets off Rio Grande, Brazil. O estudo foi premiado em Seattle, nos EUA, recebendo o Yamamoto Prize for Best Paper on Responsible Fishing (Prêmio Yamamoto para o Melhor Artigo sobre Pesca Responsável). A premiação foi concedida durante a 19ª Conferência Internacional do International Institute of Fisheries Ecnomics & Trade (IIFET), que aconteceu entre os dias 16 e 20 de julho, no campus da Universidade de Washington, em Seattle.

O podcast Os Novos Cientistas vai ao ar toda quinta-feira, às 8 horas, dentro do Jornal da USP no Ar, que é apresentado diariamente pela jornalista Roxane Ré (das 7h30 às 9h30) na Rádio USP FM (93,7 MHz).

Ouça a íntegra do podcast:

jorusp

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados