Frequentes disputas entre EUA e China aumentam tensão internacional

Segundo Alberto do Amaral, os confrontos entre as duas potências geram um risco para o cenário internacional no que diz respeito à manutenção da paz, da segurança e da cooperação

Os Estados Unidos e a União Soviética protagonizaram, durante cinco décadas, o cenário da Guerra Fria. Após o final da Segunda Guerra Mundial, os EUA surgiram como a principal potência, tendo na União Soviética – hoje Rússia – como seu principal rival. Posteriormente, com o fim do regime comunista, a União Soviética se esfacelou em diversos países.
Segundo o professor Alberto do Amaral Jr., a cooperação entre os países melhorou muito a partir do fim da Guerra Fria, mas, por volta de 1995, começa a haver entre EUA e Rússia uma convivência ácida. A China surge como uma grande potência no final dos anos 70 e passa a rivalizar com os Estados Unidos, desde a disputa da tecnologia 5G até os conflitos comerciais e pirataria intelectual.
Ouça no player acima a íntegra da coluna Um Olhar Sobre o Mundo.

Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda terça-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.