Francesa Fabienne Magnant apaixonou-se pela viola no Brasil

Em seus trabalhos, musicista traz os traços da cultura brasileira e dos concertos de música erudita europeia 

O programa Revoredo desta semana apresenta o trabalho da violeira e violonista francesa, Fabienne Magnant.  A musicista aprendeu guitarra clássica com os professores do Conservatório Nacional Superior de Música e Dança de Paris,  Olivier Chassain e Roland Dyens. 

Violonista premiada na Europa, Fabienne estudou guitarra clássica com Olivier Chassain e Roland Dyens, professores do Conservatoire National Supérieur de Musique de Paris.  Já esteve quatro vezes no Brasil e em uma delas, quando empreendeu sua primeira viagem ao Rio de Janeiro, estudou percussões tradicionais com Luís D’ Anunciação e trabalhou com o compositor Guerra Peixe em suas obras para violão. Também manteve contatos com Baden Powell, com o qual tocou.

Em uma de suas vindas ao Brasil recebeu uma viola caipira de Do Souto, violeiro carioca. Desde então, este instrumento que embora tenha origem portuguesa é hoje emblemático do Brasil, de sonoridade sutil, delicada e profunda, tornou-se parceiro constante para as suas criações e apresentações mundo afora.

Suas obras são inspiradas na cultura brasileira, na sonoridade popular do Nordeste e nos concertos de música erudita europeia. Magnant divide sua carreira entre o ensino de instrumentos no Conservatoire Départemental d’Evry Centre Essonne, em París, e a produção artística com a viola caipira, o violão erudito europeu e violão flamenco. No programa tem as músicas: Fragrância de Recife; Sanza; Court instant; Temps mort; Almas no caminho; Berimbau; Asa branca e Santa morena.

Ouça no player acima o programa Revoredo na íntegra.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.