Financiamento das campanhas eleitorais é tema de discussão

Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional aprova relatório de aumento de recursos de campanha para R$ 3,8 bilhões

O tema do financiamento das campanhas eleitorais já rendeu controvérsias e revolta da sociedade por práticas de corrupção diretamente associadas ao modo como esse financiamento ocorria. Agora, surgem novas discussões relativas ao aumento de recursos de campanha. Na semana passada, a Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional rejeitou um veto do presidente Jair Bolsonaro relativo ao tema. Ele colocou restrições no modo como o Congresso Nacional vinha tratando a questão do financiamento das campanhas eleitorais desde 2018.

No ano que vem, ocorre a primeira eleição municipal majoritariamente abastecida por recursos públicos. Pessoas físicas vão poder contribuir até o limite de 10% de sua renda do ano anterior. Mas o professor José Álvaro Moisés acredita que “não é provável que a contribuição de pessoas físicas deem conta da necessidade de financiamento que terão os partidos políticos”.

A decisão da Comissão Mista de Orçamento ainda precisa ser enviada ao plenário da Câmara dos Deputados e depois ao Senado. Os partidos mais beneficiados com recursos do fundo eleitoral serão o PT e o PSL, justamente aqueles partidos mais contestados em anos recentes por envolvimento direto em corrupção, no caso do PT, ou candidaturas laranjas, no caso do PSL.

Acompanhe, pelo link acima, a integra da coluna.


Qualidade da Democracia
A coluna A Qualidade da Democracia, com o professor José Álvaro Moisés, vai ao ar toda terça-feria às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.