Falta de opções leva as pessoas a procurarem diversão na área digital

Relatório de pesquisa lançado por comissão na Inglaterra chama a atenção sobre a importância do livre brincar

 Publicado: 08/11/2021
Por

Com a pandemia, aumentou o consumo de produtos e serviços digitais. Buscando atender esse segmento, a Meta, novo nome do facebook, empresa que coordena vários gigantes do setor, já está valendo US$1 trilhão. Outra empresa mais singela,  a Roblox, que atende o segmento infantil, também conta com moedas digitais e já tem um valor de mercado, com ações listadas na bolsa de Nova York, por volta de US$50 bilhões.                                                                                                                                                                                                                                    Pesquisas mostram que é necessário cuidado com o tempo, intensidade e frequência com que as pessoas se envolvem com o mundo digital. O professor Gilson Schwartz destaca que “relatório de pesquisa do projeto Digital Futures, intitulado Playful by Design. Free play in a Digital World, deve ser lido por todos, porque  chama a atenção para a importância do livre brincar e mostra que é necessário tomar cuidado com os efeitos da internet  sobre a liberdade de expressão e nossa capacidade de como fazer juízo das coisas”.


Iconomia 
A coluna Iconomia, com o professor Gilson Schwartz, vai ao ar toda segunda-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.