Expo 2020 dá destaque às boas ideias sobre sustentabilidade

Wisnik destaca, porém, que tão ou mais importante quanto boas ideias sobre sustentabilidade, tudo o que se precisa, de fato, é de políticas que as implementem

 Publicado: 14/10/2021

Guilherme Wisnik dá sequência à sua coluna anterior, sobre a Expo 2020, que acontece em Dubai, lembrando que se trata de uma exposição universal, que teve início ainda em meados do século 19, mais precisamente em 1851, em Londres, embora tenha mudado de perfil. Isso porque a ideia inicial era mostrar a produção industrial dos países numa época de revolução industrial. Aos poucos, porém, a natureza da mostra mudou e hoje ela deixou de lado esse caráter industrial para assumir o de pirotecnia e de show de entretenimento, uma espécie de Disneylândia para adultos.

O aspecto mais produtivo parte daqueles países que não se limitam a fazer propaganda de si mesmos, em vez disso prestando-se a lançar ideias, sobretudo no campo da economia criativa. O tema da exposição em Dubai é o da sustentabilidade, ainda que na cidade menos sustentável do mundo. Nesse aspecto, o pavilhão do Japão esmerou-se em ideias criativas, apresentando maquetes de cidades do futuro a partir de materiais que não são característicos de maquetes, como rolos de papel higiênico ou tubos de ketchup, “mostrando como a questão está muito mais nas ideias do que no modo de fazer”.

Na conclusão da coluna, Wisnik observa que, na verdade, não são necessárias boas ideias para a sustentabilidade, elas estão aí, já estão dadas. Tudo o que se precisa é de políticas que as implementem.


Espaço em Obra
A coluna Espaço em Obra, com o professor Guilherme Wisnik, vai ao ar toda quinta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.