Experimento utiliza luz LED para conservação de morangueiros

Em entrevista aos “Novos Cientistas”, pesquisadora da Esalq conta como a luz de LED pode ajudar na conservação de plântulas de morangueiro

jorusp

Uma pesquisa desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Fisiologia e Bioquímica de Plantas, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba, avaliou o desenvolvimento de plântulas de morangueiro conservadas in vitro, sob a ação de diferentes espectros de luz. A autora da pesquisa, Jéssica Casarotto, utilizou Diodos Emissores de Luz (LEDs) nos experimentos para analisar o comportamento das plântulas. “Os LEDs são usados em vários setores da agricultura, principalmente no cultivo in vitro, por proporcionar uma significativa economia de energia elétrica e auxiliar no desenvolvimento de plantas”, contou Jéssica aos Novos Cientistas. Seu trabalho teve a orientação do professor Marcel Bellato Sposito, do Departamento de Produção Vegetal da Esalq.

O estudo concluiu que a luz azul, utilizada no cultivo in vitro, reduz o desenvolvimento das plântulas de morangueiro e a luz vermelha e a mista (70% vermelha e 30% azul) aceleram o desenvolvimento quando comparadas à luz branca, normalmente utilizada em laboratórios. “Além disso, plântulas de morangueiro sob a luz vermelha e mista podem permanecer por até três meses sem subcultivos, obtendo sucesso na formação de mudas após a aclimatização por 21 dias”, explica a pesquisadora.”São situações que poderão beneficiar o comércio de mudas de morangueiro, pois podem prolongar o período de conservação das mudas”, lembrou a pesquisadora. Segundo ela, no Brasil essa técnica já é usada para a propagação de plantas, no entanto ainda são poucos experimentos com a presença de LEDs.

 


O podcast Os Novos Cientistas vai ao ar toda quinta-feira, às 8 horas, dentro do Jornal da USP no Ar, que é apresentado diariamente pela jornalista Roxane Ré, das 7h30 às 9h30, na Rádio USP FM (93,7 MHz).


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP, Faculdade de Medicina e Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •