Europa endurece a legislação sobre produtos originados de florestas

Parlamento europeu aprova leis que impedem importações que tenham origem em desmatamentos florestais

 Publicado: 15/09/2022
Por

O Parlamento europeu acaba de aprovar, com praticamente 90% dos votos válidos, uma legislação que impede as importações que tenham algum tipo de relacionamento com desmatamentos de florestas. A decisão foi tomada na última segunda-feira, dia 12 de setembro. “O Parlamento tem 633 representantes e a votação nem teve uma alta abstenção”, observa o professor José Eli da Veiga. Ele destaca que, no caso do Brasil, há um movimento para que se inclua nessa ideia de florestas também o Cerrado. “Mas isso significaria uma outra peça legislativa, no caso da Europa”, ressalta.

O fato é que, a partir de agora, é ilegal que as empresas europeias importem carne, soja e outros produtos que tenham algum tipo de ligação, na origem, com alguma forma de desmatamento. Para Eli da Veiga, não há nenhuma grande surpresa nesta aprovação. “Foi uma votação expressiva e a aprovação se deu com mais de 72% dos votos potenciais”, destaca. Para o colunista, essa decisão mostra que está havendo na Europa uma rápida aceleração da consciência ambiental.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda quinta-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.