Estudos sobre o genoma dos brasileiros crescem e ajudam a entender o perfil da população

Sequenciamento do DNA ajudará a entender quais variações genéticas podem desencadear doenças

No final de 2019, uma grande empresa de medicina diagnóstica anunciou que iria subsidiar o estudo genômico de mais 3 mil brasileiros. Nesta primeira edição de 2020 de Decodificando o DNA, Mayana Zatz faz uma análise dos vários estudos em andamento sobre o genoma dos brasileiros e como eles ajudam a entender o perfil da nossa população.

A geneticista comenta, também, sobre o 80+, um projeto iniciado no Centro de Pesquisas sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) da USP – do qual Mayana é coordenadora – que estuda o DNA de idosos saudáveis com mais de 80 anos. O objetivo é descobrir quais características genéticas e ambientais os fazem viver mais e melhor.

Clique no áudio acima e ouça a coluna na íntegra.


Decodificando o DNA
A coluna Decodificando o DNA, com a professora Mayana Zatz, vai ao ar quinzenalmente toda quarta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.