Estudos comprovam lesão neuronal causada por covid-19 grave

Perda do olfato e da visão são manifestações neurológicas causadas pela covid-19 em suas formas mais graves, revela pesquisas da revista “Neurology”

Nesta edição da coluna Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto aborda as manifestações neurológicas apresentadas por pacientes com quadros mais graves de covid-19, como a perda de paladar, do olfato ou da visão. O professor explica que os impactos neurológicos acontecem em até um quarto dos casos mais severos da doença.

Pontes Neto cita pesquisa recente realizada na Suécia, com 47 pacientes contaminados pelo sars-cov-2, que avaliou a dosagem de biomarcadores de lesão no sistema nervoso central no sangue dos pacientes. O estudo identificou, nos pacientes mais graves, altas concentrações da proteína ácida fibrilar glial (GFAP), um marcador sérico de lesão das células astrocíticas (do sistema nervoso central).

O professor fala ainda de um segundo estudo que realizou ressonância magnética cerebral pós-morte em vítimas de forma grave da covid-19. Os exames mostraram lesões hemorrágicas cerebrais e alterações que indicam a Síndrome da Encefalopatia Posterior Reversível (PRES) em quatro pacientes, dentre os 19 integrantes da pesquisa. Além disso, outros quatro pacientes apresentaram assimetria no bulbo olfatório, causando a perda do olfato.

Os dois estudos, que contribuem para o estudo dos impactos neurológicos da covid-19, estão na revista Neurology.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Minuto do Cérebro.


O minuto do Cérebro
A coluna O minuto do Cérebro, com o professor Octávio Pontes Neto, vai ao ar toda terça-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.