Estudo aponta novidade no tratamento da enxaqueca

Ubrogepant, novo medicamento testado nos Estados Unidos, atua na origem das crises agudas

Nesta edição da coluna Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre as novidades no tratamento da crise aguda de enxaqueca. Apresenta o Ubrogepant, um novo medicamento que está sendo testado nos Estados Unidos, é administrado por via oral e atua como antagonista do receptor do CGRP, envolvido na origem das crises de enxaqueca.

Um artigo sobre a droga foi publicado esta semana na revista New England Journal of Medicine. Trata-se de estudo que comparou a administração de placebo com doses diferentes de Ubrogepant em mais de mil pacientes com crise aguda de enxaqueca. “Os grupos que receberam Ubrogepant tiveram, praticamente, o dobro de chance de ficarem livres da dor de cabeça nas primeiras duas horas, e também de outros sintomas que acompanham a dor durante a crise”, afirma. 

Pontes Neto diz que ainda é cedo para saber quais são os efeitos colaterais mais importantes e a longo prazo da administração desse medicamento, que ainda não está disponível para uso clínico, mas, de acordo com o professor, “é um estudo importante porque aponta para uma nova geração” de drogas.


O minuto do Cérebro
A coluna O minuto do Cérebro, com o professor Octávio Pontes Neto, vai ao ar toda terça-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.