Estabilidade nas regras gera desenvolvimento econômico

Luciano Nakabashi ressalta necessidade do Brasil caminhar no sentido de estabelecer regras claras e estáveis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Na coluna “Reflexão Econômica” desta semana, o professor Luciano Nakabashi fala sobre a clareza e a estabilidade das regras como “fundamentais para o bom funcionamento da economia”. O professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto aponta que é “neste sentido que o Brasil tem de caminhar”, ressaltando a necessidade do País manter uma maior estabilidade em suas regras, para que as pessoas possam tomar decisões com segurança, “sejam investidores, consumidores, pessoas físicas ou jurídicas”.

Como exemplo, Nakabashi citou o processo de negociação de compra e venda de um imóvel. Como as regras dos contratos de vendas de imóveis são instáveis, muitas vezes acabam causando insegurança e desistência da compra por parte do cliente. Ouça a coluna acima.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados