Esporte deve se beneficiar com inteligência artificial

Isolamento social aumenta necessidade de investimentos em tecnologia para treinos de atletas e união da robótica e informática biomédica ao esporte

Na edição da coluna Ciência e Esporte desta semana, o professor Paulo Roberto Santiago fala sobre a aproximação necessária da ciência do esporte com a robótica e a informática biomédica.

O professor conta que, há muito tempo, diversos tipos de máquinas são utilizados no treinamento de atletas. Os dispositivos são incorporados aos treinos para aprimorar padrões de movimento e até mesmo levar os atletas a metas acima do nível humano.

Os canhões lançadores de bola, segundo Santiago, são um dos principais exemplos dessas máquinas. São utilizados para treinar chutes a gol ou goleiros no futebol e, ainda, para treinos de tênis de quadra ou campo. Agora, com o isolamento social, esses dispositivos são essenciais, adianta o professor, para a continuação dos treinamentos diários.

Para o professor Santiago, essas máquinas podem ser incrementadas com a tecnologia da Inteligência Artificial e é este o caminho para o futuro dessa linha de pesquisa em ciência e esporte. Santiago deixa algumas dicas para quem quiser se informar melhor sobre o assunto: tênis de mesa robótico; humanoide tênis de mesa e robô e IA nos esportes

Ouvintes podem sugerir temas ou enviar questões para as próximas edições da coluna por e-mail ou através de comentários no canal da coluna no YouTube. A única indicação é que a sugestão seja relacionada a ciência e esporte. 

Ouça no player acima a íntegra da coluna Ciência e Esporte.


Ciência e Esporte
A coluna Ciência e Esporte, com o professor Paulo Santiago, vai ao ar toda sexta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.