Escola tem papel importante na orientação profissional de atletas

Dependendo da classe social de origem, investimento em carreira esportiva afeta atletas de forma diferente, aumentando desigualdade social

Pesquisa mostra que o investimento no hóquei como carreira esportiva de elite pode aumentar desigualdades sociais. Trata-se de um estudo de sociologia do esporte realizado na Suíça, onde o hóquei no gelo é muito popular; mas, na avaliação do professor Paulo Roberto Pereira Santiago, esses resultados servem de reflexão para as carreiras esportivas no Brasil.

É que o estudo, publicado no ano passado pela revista científica International Review for the Sociology of Sport, mostra que tanto as famílias de classe média alta quanto baixa apoiam seus filhos a investir no hóquei com o abandono da escola. Mas atletas de famílias mais ricas tendem a se preparar melhor para uma futura carreira de transição – quando não puder mais ser jogador de hóquei. Ao contrário, os atletas vindos de classe de mais baixa renda não apresentam esse “plano B” por não contarem com o apoio financeiro dos pais.

Outra informação, destacada pelo professor Santiago nessa pesquisa, é a de que a escola tem um papel importante na orientação profissional dos atletas de classe mais alta, uma vez que recebem maior apoio das escolas para investir nos estudos. O que faz Santiago acreditar no “papel importante da escola” de contribuir na orientação da vida futura do atleta.

A coluna desta semana foi sugestão de um ouvinte e colega do professor Santiago, que promete estudar e trazer todas as respostas possíveis para a coluna Ciência e Esporte. Quem tiver dúvidas ou algum tema pode encaminhar por e-mail ou através de comentários no canal da coluna no youtube. A única indicação é relacionar ciência e esporte.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Ciência e Esporte.


Ciência e Esporte
A coluna Ciência e Esporte, com o professor Paulo Santiago, vai ao ar toda sexta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.